Você faz o que gosta?

Está aí uma pergunta que 90% da população mundial deve responder:

– Não!

Mas por que chegamos a este estágio? Por que é tão difícil fazer o que gostamos de fazer?

Bom, devo dizer inicialmente que as pessoas em sua individualidade ainda não sabem exatamente o que as fazem vibrar, e digo isso porque vejo no meu dia-a-dia dezenas e dezenas de pessoas reclamando, sentindo-se tristes e vazias pela falta de algo que não se sabe o que é…

No meio desse caos todo, é possível parar por um momento, mesmo que seja por segundos e dar atenção à sua vontade, e se perguntar:

Eu gosto de trabalhar onde trabalho? A formação que eu escolhi é a que quero atuar para o resto da vida? Qual a minha necessidade atual? É ter mais tempo com a família? É abrir um negócio para me desenvolver financeiramente? É ter um emprego e buscar promoção?

Temos que nos fazer essas perguntas, pois todo o trajeto daqui para a frente depende apenas dessas respostas.

E por que toco neste assunto? Porque a cada dia que passa vejo, sinto, ouço situações de falta de interesse em servir quem quer que seja. Se estamos trabalhando em um restaurante, em um consultório médico, numa padaria ou numa sala de aula, os seus clientes querem ser bem atendidos, ser bem tratados, bem informados, ou seja, apenas um tanto de atenção.

Ontem ouvi uma palestra sobre empatia, que é sobre se colocar no lugar do outro e a partir dali oferecer uma solução ao problema que a pessoa esteja passando. E é esta a relação que temos que pensar ao escolher cuidadosamente o que queremos fazer, e nos questionar: vou atender bem as pessoas trabalhando neste seguimento? Qual será a minha reação se um cliente reclamar de meu produto ou serviço? Eu vou realmente ouvir meu cliente e aceitar suas sugestões?

Todas as atividades laborais se resumem em relacionamento e quando você escolhe um segmento para trabalhar deve assumir as responsabilidades que advenham dele, pois acabamos escolhendo às vezes uma profissão “mais conveniente” por puro comodismo.

Resumindo, busque-se, compreenda-se, estude, assuma responsabilidades, às vezes dentro da área onde você já atua está a resposta, transforme o antigo no novo e se precisar de ajuda a Office Services – Consultoria Digital está à sua disposição!

Translate »